pabx-virtual79

pabx virtual, crm online, voip

Não é à toa que com muita frequência ligações que você recebeu de um telemarketing apresentaram coisas como ruído na ligação, binagem de um número privado ou de um estado aleatório. Por mais que problemas em ligações podem afetar substancialmente uma empresa, em nichos específicos, empresas onde é consumido um grande volume de ligações, pagar alguns centavos a menos em uma rota GSM, pode representar a economia de milhares de reais.

No que diz respeito a realização de ligações os tipos de rotas são divididos em, GSM, CLI e TDM:

GSM: São rotas onde suas ligações saíram por CHIPS GSM (os mesmos que possui em seu celular), aproveitando normalmente planos com tarifas especiais para mesma operadora. Em volume de ligações é sem sombra de dúvidas a rota mais vendida por uma operadora Voip, e que a fornece maior economia. É preciso se atentar a disponibilidade deste tipo de rota. Muitas operadoras também oferecem dentro da rota GSM níveis de serviços diferenciados com qualidade e custo distintos.
Benefícios: Baixo custo. Qualidade de voz normal (equivalente a celular)
Desafios: Sem bina ou bina números aleatórios; Alta disponibilidade depende do nível de serviço do seu contrato;

CLI: Esta rota faz a terminação por meio de contratos com as grandes operadoras. Possui qualidade e disponibilidade acima da rota GSM e equiparável a TDM. Geralmente está rota oferece controle sobre o número que será binado para quem recebe sua ligação, o que é chamado de “CLI aberto”.
Benefícios: Possibilidade de bina. Ótima qualidade de voz.
Desafios: Custo elevado (se comparado a GSM)

TDM: Esta rota também faz a terminação por meio de contratos com as grandes operadoras. Possui qualidade e disponibilidade acima da rota GSM e equiparável a CLI. Contudo este tipo de terminação bina um número fixo pré-determinado, o que muitas vezes te impede de binar o número desejado.
Benefícios: Ótima qualidade de voz e estabilidade.
Desafios: Custo elevado (se comparado a GSM)


Procure conhecer um pouco mais sobre cada uma destas tecnologias e como seu fornecedor faz a entrega delas. É importante conhecer as diferenças entre cada tipo de rota para tomar a decisão correta e conseguir aliar a tão sonhada redução de custo com telefonia com uma qualidade de serviço compatível com seu negócio.

Como funciona o Voip?

Antes de falar sobre os desafios técnicos que você pode enfrentar na implantação ou uso da tecnologia voip (voz sobre ip) em sua empresa, é importante abordamos alguns termos técnicos que são a base para o funcionamento destas tecnologias mais populares envolvidas no funcionamento de uma solução Voip em seu ambiente de trabalho.

Vamos começar pelo SIP, o protocolo mais difundido atualmente no mundo voip para conversar via áudio, vídeo e SMS. Imagine o SIP como basicamente um conjunto de regras que ajudar a orquestrar todo processo de uma ligação, intermediando a troca de informações entre os participantes de uma conversa.

Como citei em outro artigo, apesar de amplamente difundido e estabilizado no mercado o SIP pode ter um certo grau de complexidade em sua implantação.

O SIP por si só precisa de outras tecnologias e mecanismos para exercer seu trabalho, a principal delas é o codec, imagine o codec como um “idioma”, cada codec é usado para transformar os sinais de áudio e vídeo em dados para serem transmitidos pela internet, e como um idioma é preciso que os 2 lados o domine para que aja comunicação.